Venha conhecer pessoas que se interessam por línguas e culturas estrangeiras!

São Paulo
21 e 22 de setembro de 2019

A conferência

Palestras
Interação
Jogos
Conversação
Mercado de trabalho

Falar idiomas estrangeiros é visto por muitos como um grande desafio. Contudo, também é uma realidade para mais gente do que se pode imaginar. Esta habilidade, tão requisitada no mercado de trabalho, possibilita conhecer novas pessoas e ter acesso a novos conhecimentos. Conseguir falar um novo idioma certamente abre muitas oportunidades

 

Desde 2016, acontece anualmente a Conferência Poliglota do Brasil, o Poliglotar. Durante este evento inovador, palestras e oficinas são apresentadas sobre os mais diversos idiomas e culturas do mundo. E os participantes têm a oportunidade incrível de trocar experiências com inúmeros entusiastas e profissionais das línguas.

Além disso, os participantes podem se encontrar com outros amantes das línguas e praticar seus idiomas num ambiente de imersão, algo que normalmente não conseguimos no nosso dia a dia.

Para saber mais sobre esse fabuloso evento, que já está deixando sua marca na história do poliglotismo no Brasil, continue visitando este site e descubra mais detalhes sobre o Poliglotar.

 

Vídeos do Poliglotar

Assista aos vídeos
Poliglotar 2018
Poliglotar 2017
Poliglotar 2016

Até agora...

 

Palestrantes

Orgulho de trazer palestrantes inspiradores de todo o mundo.
Clique na foto para saber detalhes da palestra.
Se você quiser ser um palestrante do Poliglotar, entre em contato!

Palestrantes de 2019

Conheça os palestrantes deste ano. Novos palestrantes serão anunciados em breve.

Higor Pereira

Pensando em outras línguas

O cérebro é o órgão que rege o pensamento. Já foi comprovado que ele opera de maneira distinta em línguas diferentes. Qual seria a influência de uma língua no pensamento? Quais mecanismos dentro de uma língua seriam capazes de fomentar ou obstaculizar ideias? Como a língua pode tornar o pensamento mais livre ou mais limitado e qual seria a influência da mesma no comportamento? A palestra será em português.

Higor Pereira é paulistano, poliglota, estudante no último ano da graduação em neurociência na UFABC. Atualmente, ensina línguas estrangeiras, ministra palestras e presta serviços de coaching/mentoring sobre aprendizagem, memorização, produtividade e poliglotismo. Ele inspira diariamente milhares de pessoas para o estudo de línguas através do canal Mundo do Poliglota no YouTube.

Ligia Ribeiro

Desvendando as particularidades da audiodescrição


A audiodescrição é uma poderosa ferramenta de inclusão social, seja por meio da descrição de imagens estáticas, como a pintura, a escultura, as fotografias, as maquetes e outras produções artísticas, como pela interpretação em eventos ao vivo e produções audiovisuais televisivas ou cinematográficas. A audiodescrição baseia-se em alguns parâmetros para que o seu público alvo possa compreender e interagir com a obra, além de particularidades da interpretação. Nessa palestra, você conhecerá mais sobre essa modalidade de tradução intersemiótica e verá exemplos de produções de audiodescrição. A palestra será em português.

Ligia Ribeiro é paulistana, membro da Associação Portuguesa de Tradutores e Intérpretes (APTRAD) e pós-graduada em Tradução em Inglês pela Estácio de Sá. Há seis anos, traduz para a área médica, dos idiomas inglês e espanhol para o português brasileiro, tendo incorporado a legendagem e a tradução para dublagem em suas áreas de atuação. Certificada em audiodescrição, apaixonou-se por essa modalidade tradutória.

Pedro

Minha experiência poliglota de imersão digital

 

Vivemos na era da abundância da informação, e nunca houve tantos recursos para se aprender idiomas. Certo? Pois é. Mas também vivemos na era da escassez de tempo, e parece que estamos sempre correndo atrás do prejuízo. Como aprender (e manter) outros idiomas quando a reclamação número um é a falta de tempo? Quero contar para vocês como usei várias ferramentas digitais ao longo dos últimos anos para realizar meu sonho de me tornar um poliglota autodidata – mesmo que na correria. A palestra será em português.

Pedro é de Brasília, estudou Jornalismo e Literatura na Universidade de Brasília, e uma de suas paixões é aprender idiomas. Passou os últimos 8 anos quebrando a cabeça para aprender algumas línguas de maneira autodidata, e hoje fala 6 idiomas. Tem um projeto on-line chamado Pedro Poliglota, em que ajuda outras pessoas (com pouca grana e pouco tempo, tipo ele) a aprenderem outras línguas também.

Fábio Santana

Et soudainement je suis devenu un blogueur international...

Les blogs sont pages sur internet, personnelles ou pas, où généralement sont mis en lumière les plus variés types de contenu. En 2014, j’ai commencé mon apprentissage de la langue française. J’écoutais une radiodiffusion d’une radio française pour l’Afrique de l’Ouest, sur les ondes courtes, à travers un ancien équipement de radio des années 50. Même avec beaucoup de difficulté, j’ai tout de même saisi qu’il y aurait un concours international pour la formation de nouveaux blogueurs qui allaient travailler pour la presse française pendant la Coupe du monde de football, dans leurs propres villes. Soudainement, un blogueur international est né, ancré dans la ville de Natal, au nord-est du Brésil.

Fabio Santana est né dans la ville de Recife et il habite à Natal depuis 2010. Il est ingénieur halieutique et il a un doctorat en Océanographie. Actuellement, il est professeur à l’Université Fédérale du Rio Grande do Norte (UFRN) et Blogueur de la Radio France Internationale (RFI)/Atelier des médias, depuis 2014. (Présentation en français)

Damiana Rosa de Oliveira

O importante papel do tradutor na história do Brasil: uma fantástica aventura

Aqui você vai conhecer a incrível história da tradução no Brasil, através do trabalho de profissionais repletos de valor e heroísmo, que exerceram papel essencial na trajetória da colonização e da formação da língua portuguesa brasileira. Nesta palestra, você vai descobrir mulher guerreiras que heroicamente exerceram o papel de intérpretes. Vai conhecer reis, escritores e até políticos que foram tradutores. E vai vibrar com as aventuras de quem reinventou a tradução para adaptá-la às novas tecnologias. A palestra será em português.

Damiana é graduada em Letras pela Universidade Metodista de São Paulo, e pós-graduada em Tradução-Interpretação Espanhol-Português na Universidade Gama Filho.

Trabalhou na Cátedra UNESCO de Comunicação para o Desenvolvimento Regional por 5 anos, traduzindo e revisando publicações, além de desenvolver atividades ligadas à pesquisa e extensão na área da Comunicação Latino-Americana. Hoje é tradutora freelancer. Também legendas filmes, novelas e documentários.

Hidson Guimarães

Rompendo a barreira do som: estratégias para passar da compreensão escrita à compreensão oral

Você entende bem um idioma quando o lê, mas tem imensas dificuldades com a compreensão oral (listening)? Tem pânico com a ideia de tirar as legendas? Tem vontade de finalmente acompanhar seu podcast preferido? Saiba quais técnicas podem ser utilizadas para tornar mais suave a transição da fluência escrita para a fluência oral em um idioma. A palestra será em português.

Hidson é baiano vivendo em Belo Horizonte desde 2002. Começou a estudar idiomas em 2000, na época da fundação da comunidade virtual Unilang.

No início, contava com os idiomas mais comuns, mas sem muito método, o que acabou levando-o à desmotivação e parada em 2006. Em 2012, voltou com ânimo renovado e um arsenal de técnicas poliglotas à disposição. Deste então, estuda idiomas sistematicamente, todos os dias. É um dos membros mais atuantes no A Language Learner's Forum, sucessor do HTLAL (how-to-learn-any-language.com), onde mantém um tópico/log atualizado em todos os dias de estudo de seus 15 idiomas.

Tem perfil na HYPIA: https://www.polyglotassociation.org/hidson

Rafa Lombardino

How to Transcribe and Translate Videos on YouTube

Have you ever turned down a subtitling project because the client didn't have a script in a document and you didn't know where to start when it comes to using pricey subtitling software? Well, there's a simpler way around such projects... Tap into the power of YouTube to learn how to work on both the audio transcription and the respective translation and provide top-quality subtitles to clients. You'll learn to transcribe and translate subtitles on YouTube videos. This includes synchronizing subtitles in order to generate an accurate, time-coded file in different formats currently used in the subtitling industry. The presentation will be in English.

Rafa Lombardino is a translator and journalist from Brazil who has been living in California since 2002. She is certified by the American Translators Association (ATA) in English-to-Portuguese and Portuguese-to-English translations and has a Professional Certificate in English and Spanish Translations from the University of California San Diego Extension, where she has been teaching a 10-week online class called “Tools and Technology in Translation” since 2010. Rafa has been working as a translator since 1997 and started to work with subtitling projects once clients had requests for short institutional videos, commercials about their products and services, or training videos for their employees. In addition to working as a translator, subtitler, and translation instructor, she also runs Word Awareness, a small network of professional translators.

Jordi Ferre

Guarani Mbya: Tão perto e tão distante

No ano internacional das línguas indígenas, devemos nos aproximar dos povos indígenas que moram perto de nós. Embora a língua guarani mbya esteja geograficamente perto, ela possui elementos que nos transportam a outro universo. Nesta palestra, vou comparar elementos da morfossintaxe guarani mbya com outras línguas indígenas e asiáticas, em especial quechua, japonês e ainu. Depois mostrarei elementos da língua guarani mbya inexistentes em línguas ocidentais, com os quais são expressadas complexas e fascinantes relações sociais e com o mundo. A palestra será em português.

Jordi Ferre é americano de nascimento, catalão de criação e guarani mbya de adoção. Professor de inglês, deu aulas no Japão para conhecer a língua e cultura do país. Depois veio ao Brasil, onde deu aulas de catalão no centro cultural dos catalães de São Paulo. Amante da diversidade cultural da América Latina, em São Paulo criou a Sala Sequoia, um centro de estudo de línguas das Américas. Nesse centro estudou quechua, kreyòl haitiano e guarani mbya. Há mais de dez anos mora em Tenonde Porã, aldeia Guarani Mbya de São Paulo, onde trabalha com os professores indígenas na elaboração de material escolar em língua guarani mbya, como livros de alfabetização publicados pela Secretaria da Educação de São Paulo e materiais desenvolvidos dentro do programa federal Saberes Indígenas na Escola.

Natasha Gonda

Como usar os idiomas a seu favor e turbinar sua carreira? 

Se você pensa que os idiomas servem apenas para fins de comunicação entre as diversas culturas, está enganado; eles têm muito mais a te oferecer! O conhecimento de um idioma adicional, além do seu nativo, poderá te trazer diversas vantagens tanto pessoal quanto profissionalmente. Através da minha história e das minhas dicas, você aprenderá alguns dos diversos tipos de trabalho que o mundo dos idiomas pode te oferecer, como se apresentar e fazer a abordagem junto às empresas, como identificar oportunidades de trabalho de acordo com o seu know-how e como desenvolver seu potencial. Está preparado para sair inspirado? A palestra será em português.

Advogada, enfermeira e profissional de Recursos Humanos, a Natasha tem dupla cidadania: grega e brasileira. Morou 20 anos em Tessalônica, na Grécia, e fala fluentemente 4 idiomas: português, grego, inglês e espanhol.

Em 2012, decidiu voltar para o seu país de origem e recomeçar do zero. Atualmente mora no Brasil, é Gerente de Facilities em um e-commerce de vinhos, atua por paixão como tradutora junto a grandes marcas e é professora do idioma grego.

Ricardo Souza

1) Palestra sobre associações de tradutores e o mercado de tradução

Duração: 50 minutos

2) Oficina - Traduzindo com Ferramenta de CAT (Computer-Assisted Translation)

A oficina cobrirá todos os passos que um tradutor contemporâneo cumpre trabalhando com ferramentas de CAT.

Público: tradutores iniciantes ou poliglotas que queiram se tornar tradutores

Duração: 03 (três) horas

Ricardo Souza, ou "Tradsouza" como o chamam alguns colegas, é tradutor profissional em tempo integral desde 2000, especializado em textos técnicos e científicos. Formado em Língua Portuguesa e Literaturas pela UFF, acompanha de perto as questões e os dilemas da profissão desde o início da carreira, sendo consultor e palestrante habitual sobre o tema desde 2010. Presidente da ABRATES (Associação Brasileira de Tradutores e Intérpretes) e articulista da revista Metáfrase, atualmente é professor dos cursos de Tecnologias de Tradução e Introdução à Tradução Técnico-Científica da PUC-RJ, onde também concluiu seu mestrado em Estudos da Linguagem com enfoque em Tradução, Tecnologia e Sociedade.

Elisa Polese

Speaking from day one: an interactive multilingual class (Russian, Greek and Hindi)

Have you ever asked yourself whether learning more languages at the same time is possible? And what about start speaking them from day one without mixing them up? After this multilingual workshop you will be able to have short conversations in several languages (Russian, Greek and Hindi). You will be able to switch from one language to another. This workshop is for beginners and absolute beginners. The focus will be on conversation. It will be very interactive and fun so come along!

Elisa is a professional multilingual teacher and language enthusiast. She teaches Italian, German, English, Spanish, Russian, French, Dutch, Catalan, Portuguese, Greek, Hindi, Arabic and Esperanto.

She is specialized in multilingual teaching and helps students learn several languages at the same time and speak them from day one without mixing them up. She is the author of the book “Multilingual learning: how to become fluent in multiple languages”. She is a certified language examiner and holds two BAs in Translation and Interpreting, a MA in International Communication and a MA in Didactics. Elisa organizes workshops and webinars where you can start speaking one or more languages from the very first moment and have your first conversation after a few minutes. She also teaches online and is also a multilingual mentor and coach and can help you improving quickly in your languages. Apart from that, Elisa is one of the organizers of the Polyglot Gathering. Check out her books and videos on http://www.speakfromdayonewithelisa.com or her FB page @Speakfromdayonewithelisa and subscribe to her YouTube channel: PassionForLanguages.

Claudionor Aparecido Ritondale

 

Tradução: o que é convincente e o que não é

 

Na tradução, seja ela feita para si mesmo ou para o mercado de trabalho, há níveis de qualidade diferentes, e é preciso desvendar alguns processos estruturais dos idiomas – de origem e de destino – para que absurdos não sejam cometidos. O processo de traduzir pode ser tudo menos um ato de adivinhação do que seja uma estrutura de um idioma. O papel do estudo gramatical, com vista a tentar desvendar a estrutura característica do idioma, é essencial. Convencer a quem não leu o original e não conhece o idioma de origem pode ser difícil se, no idioma de destino, as coisas não parecerem convincentes ou se não atenderem às estruturas mais aceitas desse idioma.

Claudionor nasceu em São Paulo em 1957. É casado, pai de uma filha, amigo de cães, apreciador de vinhos. Mestre em Língua Portuguesa, com sólidos conhecimentos em Português e na área da Educação. Escritor premiado, com 57 livros editados e vários artigos sobre vários assuntos – poesia, contos, língua portuguesa, filosofia, viagens, crítica literária e de ares, administração, tradução. Revisor de textos, professor de Metodologia do Trabalho Científico. Tradutor de italiano, inglês, espanhol, francês e alemão, além de outros 13 idiomas, em várias áreas do conhecimento.

Cecília Sousa

De fou, poète, médecin, d’apprenant de langues, nous avons tous un petit brin.

Il y a de plus en plus de personnes qui étudient les langues étrangères de manière autonome ou alors qui créent des méthodes personnelles pour en enseigner. Y a-t-il une théorie qui appuie ces méthodes ? Comment a-t-on appris les langues au cours de l’Histoire ? Que préconisent les didacticiens de l’actualité et que pratiquent les apprenants et enseignants ? L’exposé sera en français et invitera le groupe à la participation.

Cecília a toujours été passionnée de la salle de cours et de l’école. Elle a un master en didactique dans l’enseignement de langues et cultures, dans le cadre duquel elle a fait un stage au CAVILAM (une institution renommée dans le domaine en France), un stage dans des écoles en Pologne. Ayant travaillé quelques années à l’Alliance Française de Recife, il y a 5 ans elle a fondé avec son mari une école de français en ligne appelée Pantoufle.

Mauro Moser

I gesti e i tranelli dell'italiano

Se dico che gli italiani muovono le mani, che gesto fate? Ecco, immaginavo… Ma quello non è l'unico, ogni gesto ha un suo significato ed è legato a una sua cultura. Vi porterò in giro per la penisola italica con i gesti degli italiani. Inoltre, vi aiuterò a non cadere nell'errore più banale, che è quello di pensare che per parlare l’italiano, basti tradurre parola per parola e muovere le mani. Ci sono un’infinità di falsi amici e di tranelli quando si traduce dal portoghese all’italiano. Volete sapere quali? Venite al Poliglotar, vi aspetto. Vi mostrerò varie strategie di apprendimento adatte a qualunque lingua, presenterò il mitico ParlaCheTiFaBene e risponderò a tutte le vostre curiosità linguistiche. Poliglotti non si nasce, poliglotti si diventa!

Interprete di conferenza, insegnante, cittadino del mondo e amante della comunicazione. Ama le lingue, vive di lingue e convive con varie lingue ogni giorno. L’italiano è la sua lingua madre e il tedesco, l’inglese, il portoghese e lo spagnolo le altre sue passioni. Si è laureato in Mediazione Linguistica a Trento, in Italia, ed ha fatto molti corsi in più di una scuola per specializzarsi come interprete in Brasile. È uno degli ideatori del ParlaCheTiFaBene, un incontro che avviene da circa un anno a San Paolo, nel quale si parla, si canta, si scherza e lo si fa quasi interamente in italiano. Dal 2015 vive in Brasile e fa da collegamento linguistico e culturale tra persone che altrimenti non riuscirebbero a comunicare tra loro.

Karine Souto

LinkedIn para iniciantes: como entrar no mercado de trabalho

Esta palestra tem como objetivo ajudar iniciantes a entrar no mercado da tradução e interpretação através do networking gerado pelo LinkedIn. Os temas abordados serão: como construir um perfil atraente, maneiras de ampliar sua rede de contatos e como agregar valor para obter resultados rápidos e duradouros.

Intérprete iniciante, Karine tem formação em comércio exterior e docência. A transição de carreira veio em 2017, quando iniciou a segunda graduação em tradução e interpretação. De lá pra cá foram dezenas cursos de aperfeiçoamento, palestras e workshops na área. Com a ajuda do LinkedIn construiu uma ampla cartela de clientes e desde maio vem ajudando tradutores e intérpretes iniciantes e experientes a obterem sucesso através do networking nas redes.

Paloma Bueno

Libras - a língua dos brasileiros surdos

Será apresentada a definição da Libras, mitos em torno dos surdos e algumas características linguísticas. Informar os espectadores sobre as necessidades linguísticas dos surdos para sua efetiva inclusão em diversos âmbitos, desmistificando o trabalho e a profissão do intérprete de Libras.

Paloma é tradutora e intérprete para janela de Libras no audiovisual: cinema, TV e internet. Eleições, institucionais, videoaulas e provas. Interpretação de conferências e eventos. Filiada ABRATES, SINTRA e WASLI. linkedin.com/in/palomabuenolibras

Snizhana Maznova

Como aprender russo e outros idiomas

Snizhana é a fundadora do Clube Eslavo. Com pai russo e mãe ucraniana com origens da Polônia e Grécia, vivia viajando entre Rússia e Ucrânia, e considera os dois países a sua pátria. Está no Brasil desde 2006, onde veio morar depois de ter vivido 6 anos no Japão. Possui 15 anos de experiência no ensino de russo e ucraniano para estrangeiros e elaborou uma metodologia adaptada aos brasileiros, que inclui gramática e conversação paralelamente. É graduada pela Universidade de Economia Nacional (TNEU) – Contabilidade e Auditoria de Indústria da Construção, na cidade de Ternopil (Ucrânia), e fez mestrado nessa área.

Depois se graduou pela Universidade de Relações Internacionais (KyMU) em Relações Econômicas Internacionais, nos idiomas japonês e inglês, na cidade Kiev. Adora o Brasil, com sua cultura tão rica e povo tão simpático e sorridente. Seu hobby virou seu estilo de vida e, brincando, diz que antes trabalhava em casa, mas agora mora no trabalho.

Robson Ribeiro

Music and language: (how) does music aptitude affect pronunciation skills in a foreign language?

Although the relationship between language and music has intrigued philosophers for centuries, only recently the commonalties and differences between those two started to be investigated by neuroscience and linguistics. How does music aptitude affect speech processing? What is the correlation between music aptitude and language learning? Do learners who have undergone musical training learn pronunciation more easily than the ones who have not? You will be able to find out what linguists have discovered so far about the effects of music on the production and perception of sounds in a foreign language in this lecture, which will be given in English.

Robson is a polyglot who speaks six languages (English, French, Italian, German, Finnish and Norwegian), is learning Japanese and just started Chinese. He holds a degree in Social Communications and is currently a PHD Candidate at the Federal University of Santa Catarina (UFSC). He does research in Phonetics and Phonology applied to Second Languages and has taught English for about 17 years. He is currently working as a pronunciation coach for Brazilian singers in a project called Inglês para Músicos, a series of workshops and open mic sessions designed to help amateur and professional musicians refine their pronunciation skills.

Palestrantes das edições anteriores

1/5

Conheça os patrocinadores e apoiadores do Poliglotar 2019

Se tiver interesse em ser nosso patrocinador, entre em contato!

Patrocínio

Logo Oficial Abrates Fundo Transparente.
comunica.png
satsuma.png

Apoio

Translators101.RGB.jpeg
LGO.png
logos_finais1.jpg
pantoufle.png
IMG-20190830-WA0060.jpg
 

Fotos dos eventos anteriores

 

Contato

Envie-nos uma mensagem ou cadastre-se para receber notícias do Poliglotar!
 

INSCREVA-SE NO POLIGLOTAR!

Veja os preços do Poliglotar 2019, que acontecerá nos dias 21 e 22 de setembro de 2019 na cidade de São Paulo.

Local: Instituto Phorte, Rua Treze de Maio, 681- Bela Vista

             CEP: 01327-000 – São Paulo - SP

             Telefone: +55 11 99867-8846

Valor da inscrição:

R$ 220,00 (para 2 dias de evento)

R$ 100,00 (para 1 dia de evento ou acesso às gravações)

Preencha o formulário abaixo com as suas informações:

Agora faça o pagamento através de uma das seguintes formas:

1) Banco do Brasil

Depósito ou transferência bancária na agência 4439-3, conta corrente 7356-3, titular Juliano Timbó Martins, CPF 840.038.393-15.

2) Bradesco

Depósito ou transferência bancária na agência 564-9, conta corrente 122168-0, titular Juliano Timbó Martins, CPF 840.038.393-15.

Obs.: Outras opções de banco, como Itaú, Caixa, NuBank, etc. também estão disponíveis. Avise se preferir outro banco.

3) Boleto bancário, entre em contato em julianotmartins@gmail.com para receber o código de barras.

4) Paypal, desta forma também pode pagar parcelado no cartão de crédito.

Apenas 1 dia ou gravação

R$ 100 (cem reais)

Os 2 dias

R$ 220 (duzentos e vinte reais)

Organização

Juliano

Tem 39 anos e é formado em Computação pela Universidade Federal do Ceará. Depois de alguns anos trabalhando na área de Tecnologia da Informação, abandonou a carreira para tornar-se tradutor, atividade que exerce desde 2008. Fala português, inglês, francês, alemão e espanhol. Está aprendendo italiano. Tem um canal no YouTube, onde fala sobre tradução. Alguns dos seus hobbies são cinema, leitura, viajar e sair com amigos e familiares. É casado e pai de duas meninas.